FIV E FeLV em Gatos: Saiba mais sobre essas doenças!


FIV e FeLV em Gatos! Vocês sabiam que os nossos amigos felinos podem se contaminar com doenças virais muitas vezes graves? Pois é, assim como nós, os gatos também possuem algumas doenças causadas por vírus que podem ser transmitidas entre eles.

Nesse artigo iremos explicar brevemente duas dessas doenças (FIV e FeLV em gatos) para que possamos estar sempre alerta e redobrar os cuidados com nossos amigos.

FIV em gatos: Imunodeficiência Felina

Também conhecida como AIDS felina, a FIV é causada por um vírus, que apesar de levar o mesmo nome da doença humana, não apresenta risco para nós, apenas entre gatos. A semelhança se dá por possuírem sintomas muito parecidos.Os felinos são infectados preferencialmente via mordida, ou seja, um gatinho contaminado e portador do vírus pode transmitir a outro gatinho não portador do vírus através da saliva por mordida, seja ela por briga (lembremos que gatos são grandes territorialistas) ou até mesmo em uma brincadeira mais “agressiva”.

Quais os sinais clínicos da FIV em gatos?

As alterações são variadas e podem incluir febre, diarreia, falta de apetite, emagrecimento, gengivite, conjuntivite, diminuição dos glóbulos brancos do sangue, levando a uma acentuada queda de imunidade.

Como infelizmente não há vacinas efetivas disponíveis e não há cura, a melhor forma de prevenção é evitar o contato do seu amigo com a rua e consequentemente, possíveis brigas com gatos portadores.

Apesar de não ter cura, existem formas de controle da doença quando detectada precocemente por um médico veterinário.

FELV em gatos:Leucemia Felina

A FeLV em gatos também é causada por um vírus, porém sua transmissão ocorre por contato entre secreções orais e nasais  (por exemplo, saliva e secreção nasal) entre um gato saudável e um gato infectado pelo vírus.

Como o vírus também se encontra no ambiente, os gatinhos podem se contaminar compartilhando o mesmo comedouro, caixinhas de areia ou brinquedos.

Quais os sinais clínicos da FELV em gatos?

Os sintomas são bem varáveis podendo incluir diarreia, febre, falta de apetite, problemas respiratórios, gengivites e até desenvolvimento de alguns tumores, ou em alguns casos não apresentar sintomas.

Assim como a AIDS felina, a leucemia felina não tem cura, porém controle.

Existe vacina disponível, mas somente para casos específicos indicados por médicos veterinários precedidos de exames para a confirmação ou não da doença.Não é regra que todos os animais irão manifestar todos os sintomas, muitas vezes se observa apenas uma perda de peso ou redução de atividade em diversas doenças.

Por isso, a qualquer sinal diferente que seu amigo possa apresentar, procure um médico veterinário. Somente esse profissional está capacitado a diferenciar os sintomas, fazer exames necessários para cada caso e com isso diagnosticar corretamente, estabelecendo assim um tratamento ideal. Lembrando que a medicação sem prescrição veterinária é muito perigosa, podendo agravar o quadro e até mesmo levar a óbito.

FIV e FeLV em gatos Dica!

Como podemos perceber, gatos que tem acesso a rua estão mais sujeitos a se contaminar com doenças graves, portanto vamos manter nossos bichanos na segurança de nosso lar? Lembrando que existem outras doenças infecciosas que acometem gatos, aqui descrevemos apenas duas. Além disso, a medicina veterinária preventiva é de extrema importância para não deixar que qualquer problema se agrave.

Então, já fez o check-up do seu amigo esse ano?Autora do artigo: Médica Veterinária Paula Saltarelli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *