Colapso de Traqueia em Cães pode causar Tosse?


A resposta é sim! A tosse é o principal sinal observado em casos de colapso de traqueia em cães!

A traqueia é uma estrutura do sistema respiratório semelhante a um cano, porém, flexível como o conduíte e tem a função de transportar o ar para dentro e para fora do corpo durante a respiração.

Como qualquer cano ela possui um calibre. Esse calibre varia de acordo com a raça ou o tamanho do animal.

O colapso de traqueia ocorre nos cães quando esse calibre diminui dificultando a passagem do ar.

Em todas as formas de colapso de traqueia, podemos observar cães apresentando uma tosse seca, algumas vezes descrita como semelhante ao “grasnar de ganso” e que pode ser confundida com um simples “engasgo”, como se algo estivesse “preso” ou incomodando na garganta do animal.Geralmente, essa tosse é observada quando o animal fica estressado, nervoso, excitado ou muito agitado. É comum vê-los tossir quando uma pessoa da qual ele gosta muito entra em casa, por exemplo.

Certos cães com colapso de traqueia parecem “engasgar” quando bebem água.  Alguns colapsos de traqueia são tão intensos com a redução do calibre da traqueia impedindo quase que totalmente a passagem de ar que o animal não consegue respirar direito e fica com a língua roxa. Nesses casos há risco de morte para o animal.

Dentre as principais raças que são acometidas pelo colapso de traqueia estão as de pequeno porte, como o Yorkshire Terrier, Pinscher, Maltês e Poodle.O início dos sintomas aparece em média entre os seis e oito anos de idade. Cães que estão acima do peso são mais suscetíveis a desenvolverem o colapso.

Como diagnosticar colapso de traqueia em cães?

Os exames de imagem são importantes nesse caso, seja para excluir outras possíveis causas de tosse, seja para confirmar a redução do calibre da traqueia.

Diversas modalidades de imagem podem ser utilizadas para a confirmação diagnóstica. O exame radiográfico é geralmente a primeira escolha e consegue na maioria das vezes registrar a redução do calibre da traqueia.

Outros exames incluem a ultrassonografia, a tomografia computadorizada ou, ainda, a videoscopia (traqueobroncoscopia).

E todos os cães com tosse tem colapso de traqueia?

Definitivamente não! A tosse é um sinal inespecífico e várias podem ser as suas causas, incluindo desde processos infecciosos e alérgicos a problemas cardíacos.

Portanto, o simples fato de o seu cão tossir não quer dizer que ele tenha colapso de traqueia.

É necessário levar o seu animalzinho ao médico veterinário, que após examiná-lo, poderá sugerir as possíveis causas da tosse e solicitar os exames adequados para a sua confirmação.


Autor do artigo: Médico Veterinário Hélio Bagetti

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *